Curiosidades sobre os Jogos Olímpicos - Parte VII

Olimpíadas de Atlanta - 1996

A judoca francesa Marie-Claire Restoux venceu a coreana Hyun Sook-hee para levar a medalha de ouro na categoria meio-leve (até 52 kg). Assim que sua vitória foi anunciada pelo árbitro, Marie-Claire correu até a arquibancada onde estavam seu pais. Mais do que cumprimentá-los, a francesa foi em busca de um telefone celular para ligar para seu namorado, que não pôde acompanhá-la durante a competição e permaneceu na França. Sem se importar com as câmeras, Marie-Claire declarou ao vivo todo o seu amor diante de milhões de telespectadores.

Os jogos olímpicos de Atlanta foram marcados por um atentado na madrugada do dia 27 de julho. Uma explosão no Parque Centenário, no centro da cidade, deixou dois mortos e mais de 100 feridos. O incidente gerou uma onda ainda maior de críticas aos Jogos, já que a presença de 35 mil soldados e o FBI não impediram o ato terrorista. O então presidente norte-americano Bill Clinton prometeu tomar todas as medidas necessárias para proteger os atletas. Umas três horas após a explosão, o Comitê Olímpico Internacional reagiu através de seu vice-presidente, o príncipe Alexandre de Merode, que garantiu a continuidade dos Jogos. No dia seguinte, as competições se realizaram normalmente, após um minuto de silêncio em cada uma das instalações.

Olimpíadas de Sydney - 2000

O nadador Eric Moussambani, da Guiné Equatorial, ganhou a afeição do público apesar do desempenho muito inferior aos demais, e tornou-se símbolo do "espírito olímpico". Ele caiu n'água sozinho nas eliminatórias dos 100 m livre, já que os rivais de sua bateria foram desclassifcados após queimarem a largada. Moussambani demorou 1min52s72 e teve que apelar para o nado "cachorrinho", pois quase se afogou no final. O atleta tinha aprendido a nadar seis meses antes e nunca tinha competido em uma piscina olímpica, pois não havia nenhuma em Guiné.

Fiasco brasileiro: pela primeira vez desde os jogos de Montreal em 1976, o Brasil ficou sem medalhas de ouro em uma Olimpíada. Em contrapartida, os atletas brasileiros tiveram a segunda melhor campanha na história do total de medalhas, com 12, 6 pratas e 6 bronzes, perdendo apenas para Atlanta em 1996, quando o Brasil conseguiu 15 medalhas.

Comentários