Golden 4 Asics 2015

Essa foi a minha 6ª Meia Maratona, e se não tivesse um pouquinho de drama, não renderia um bom post pro blog. Dessa vez teve bem pouco, mas começou antes da corrida, quando eu já estava me dirigindo para a largada, a pulseira do meu relógio que já tinha quebrado há umas 3 semanas, soltou e eu tive que correr sem o Garmin. 

O Almir levou eu e Karla até a largada, sim ela correu comigo de novo, resolveu em cima da hora e deu certo. Perguntem se fiquei feliz? Claro, sempre corri minhas meia maratonas com minha amiga, e nessa me vi sozinha até na última quarta-feira quando ela deu a notícia que não iria mais viajar e que poderia correr a G4.

A largada ocorreu em frente à Praça do Buriti, no Eixo Monumental em direção à Rodoviária. Os atletas percorreram o Eixão Sul até mais ou menos a altura da 13, e voltando novamente em direção a Rodoviária para tomar a a Esplanada dos Ministérios, Congresso Nacional, Palácio do Planalto até acessar a Avenida das Nações. Nesse ponto, o percurso vira à esquerda em direção ao Palácio do Jaburu, e à esquerda novamente para a Estrada de Hotéis Norte. O percurso terminou na Concha Acústica.

Eu consegui baixar meu tempo em 3 minutos, mas confesso que esperava mais do meu desempenho, estava treinando direitinho, fazendo dieta, me sentindo infinitamente melhor que antes da Meia Maratona do Rio, mas a performance ainda ficou aquém do que eu gostaria. Bom, não posso reclamar, 3 minutos a menos no mesmo percurso que havia corrido minha 1ª meia tá bom também!

Os 10 primeiros km foram bem tranquilos, muita descida e o começo da subida do Eixão Sul, mas até que não achei essa subida tão difícil quanto na primeira vez, sinal que eu estava mais preparada. Conseguimos manter um ritmo de 6'39" durante muito tempo. Da metade pra frente o ritmo caiu, precisei caminhar um pouco por conta de uma dor no abdômen. Mas fomos fazendo o percurso, contando os km faltantes, conversando pouco, torcendo para chegar e tomar aquela gelada pra comemorar mais esse feito.

Correr em Brasília é muito bom, principalmente quando você já conhece bem os locais das corridas, então você sabe que hora dosar o ritmo, que hora apertar a passada, onde economizar energia. E a corrida foi muito bem organizada, muitos bons de hidratação com água e isotônico. Ah, preciso parabenizar a organização desta prova que pela primeira vez trouxe pra Brasília o Gatorade em saquinho, do mesmo jeito que é distribuído na Meia Maratona do Rio. Gente, quem corre tem que concordar comigo que essa ideia é a melhor invenção feita para se hidratar durante uma corrida! E tava geladinho. Tinham muitos banheiros químicos instalados ao longo do percurso também!

Faltando pouquinhos metros para alcançar o pórtico de chegada, vi o Almir tirando fotos e dando aquela força no finalzinho. Encontrei também uma amiga da assessoria de corrida que não correu mas foi para a chegada dar apoio aos colegas, ainda consegui um hi-5 na mão dela. Quem corre sabe como a torcida faz diferença nos metros finais! Depois de receber a linda medalha e fazer um rápido alongamento, brindamos com cerveja gelada!


Quero dedicar esse parágrafo para alguns agradecimentos a pessoas que foram fundamentais em mais essa conquista. Ao meu marido, Almir, que acordou cedo só para me levar a largada e depois voltou para me ver na chegada, e pelo apoio durante esses meses de treino. À Emiliana, minha comadre, que me deu a inscrição dela de presente, depois que ela desistiu de correr por conta de uma lesão, obrigada Emi, amei meu presente, muito mesmo, já te falei que tinha ficado igual criança ganhando brinquedo de aniversário! À minha amiga Karla que sempre esteve comigo nas minhas 6 meia maratonas, e que mesmo decidindo correr em cima da hora, fez todos os treinos comigo antes. Agradeço também à minha assessoria pelas planilhas montadas especificamente para essa prova.

Preciso agradecer também a Deus por me dar saúde para completar mais uma meia maratona às vésperas de fazer 40 anos de idade, espero que eu consiga correr muito mais! 

"Correr é a melhor terapia que existe. Somos todos loucos por corrida e nossos remédios são produzidos quando corremos." Autor anônimo

 

Comentários

  1. Demais Dani!! Que prova legal deve ser essa! Parabéns pelo tempo! Na próxima com certeza baixa mais ainda! Só tem que corrigir uma coisa no post. Saiu errada a idade. 40 anos não. 30. Kkkk
    Bjs e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Milton!
      Ah, e obrigada pela correção na idade, mas é 40 mesmo! Vou mudar de age group!
      Abraço,
      Dani.

      Excluir
  2. Oi Dani,
    primeiro quero te dar os parabéns por mais essa corrida! Segundo, quero dizer que quem tem amigos tem tudo, né? E terceiro, adorei as fotos!
    Bjs,
    Camila.

    ResponderExcluir
  3. Olá corredora,
    você já deve ter ouvido que depois de tantas meia maratonas, já dá pra estrear uma maratona, né? Rs...
    Eu ouvi isso algumas vezes antes de fazer minha primeira maratona, depois fui pro triatlo e ninguém nunca mais falou nada.
    Parabéns por mais essa corrida! Que você possa correr muitas mais!
    Abraço,
    Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho vontade de correr uma maratona, só me falta ânimo pra encarar os treinos!

      Excluir
  4. Parabéns minha gata linda! A cada dia tenho mais orgulho de você e tenho muita sorte de poder participar de suas conquistas!! Parabéns!!
    Almir

    ResponderExcluir
  5. Dani Corredora,

    Parabéns pela corrida e pelos treinamentos. Seus relatos sobre as corridas são muito bons e bem escritos. Fiz a corrida das Pontes neste final de semana e foi o de sempre: desorganizada porém gosto do visual.
    Grande abraço a boas provas para todos nós.
    Luciano Caldeira

    ResponderExcluir
  6. Oi Luciano,
    vi as fotos de você e da Luciana na corrida das pontes! Parabéns pela sua conquista! Temos que marcar de qualquer hora corrermos juntos!
    Abração,
    Dani.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podemos combinar mas acho que temos que treinar mais para não passar vergonha com vc..heheh

      Excluir
  7. Dani, como você tá magrinha, hein?
    Parabéns pela corrida!
    Bjs,
    Ana Paula.

    ResponderExcluir

  8. Parabéns Dani. Correr em Brasília é mesmo tudo de bom, faço bastante treinos nesse percurso, Mas como saio do Golden Tulip pego as subidas no começo e depois só descer, mesmo assim com o ar seco é puxado demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Essa prova realmente é muito gostosa de correr! E o clima ajudou bastante viu, como já tinha chovido em Brasília uns dias antes então o domingo estava úmido.
      Abração.

      Excluir

Postar um comentário