Vamos correr fora do Brasil? Então bora!

Eu fiz apenas 2 corridas fora de casa, e esse ano pretendo fazer mais uma fora de Brasília e outra fora do país. E esse post foi pensado e escrito para as pessoas que pretendem viajar para correr e também para as que já fizeram suas corridas por esse mundo a fora. São 12 dicas que sigo e vou compartilhar aqui agora.


Primeiro ponto a se atentar é o prazo de inscrição das provas. Normalmente no Brasil a gente consegue se inscrever, dependendo da corrida, até na véspera do evento. Algumas maiores, mais concorridas, abrem inscrição 2 ou 3 meses antes. Lá fora, as organizações dos eventos costumam abrir as inscrições 6, 8, 9 meses antes. Isso é ótimo pra quem mora em outro país para poder se organizar direitinho a fim de ir correr lá fora. Algumas grandes maratonas aqui no Brasil já estão se antecipando na questão das inscrições. Exemplo disso é a Maratona Internacional do Rio de Janeiro que abriu inscrição ano passado para a corrida que será em maio de 2016. 

Em muitos países existem vários métodos de inscrição para maratonas e meia maratonas. Às vezes a inscrição se dá por meio de processo seletivo, que pode ser pelo seu tempo e idade. Ou pode ser um método de loteria, que você se inscreve e depois espera ser sorteado. As duas corridas que fiz nos EUA, participei de sorteio e felizmente fui contemplada! Se for uma prova que tem bastante procura, é muito importante ficar ligado no prazo de inscrição.

O segundo ponto importante é o planejamento da data do vôo. Eu gosto de chegar no destino poucos dias antes da prova, quando é possível. Quando fui a Nova York, viajei na quinta para chegar na sexta e correr no domingo. Deu tempo de descansar do vôo e depois da corrida aproveitar mais uns dias de lazer na cidade. Quando fui correr em São Francisco, não consegui viajar com antecedência, então acabei chegando na véspera da meia maratona. É cansativo, você tem que tentar dormir no avião, e descansar bastante na véspera pra estar inteiro(a) no dia da corrida. Meu planejamento para minha próxima corrida internacional será chegar na cidade na sexta-feira para correr no domingo. Dá pra se aclimatar e não exceder na comida e na bebida, deixando isso para depois da corrida. 

O terceiro ponto relevante é a mala adequada. Você tem que estar preparado para correr num lugar muito mais quente do que onde você mora, ou muito mais frio. Nunca levar roupas e acessórios novos, eu não gosto de correr de tênis novo, shorts novos, meias novas, e conheço muita gente que prefere estrear as peças novas em algum treino para depois usá-las na corrida, ainda mais se for uma corrida de 21 ou 42km você não vai querer que a sua roupa ou calçado atrapalhe o seu rendimento. Casaco corta vento é sempre bem vindo para corridas em locais frios, pois é leve e protege. Usar luvas também é primordial, pois as extremidades são sempre afetadas pelo frio excessivo. E se tiver sol, protetor solar sempre! 

Além da mala adequada é importante levar os itens básicos que serão usados na corrida em uma mala de mão. Vai que a mala extravia! Não queremos isso, e nem queremos ter que chegar no destino e comprar itens novos para correr! Eu sempre levo na mala de mão a roupa que vou correr, o tênis, o suplemento que eu vou consumir durante a prova, o frequencímetro e os documentos necessários para a retirada do kit.

O quarto ponto é levar uma farmacinha, com pequenas quantidades de medicamentos que você possa precisar e esteja acostumado a tomar, como relaxante muscular, analgésico, anti alérgico. alguma vitamina que você tome regularmente, pois lá fora pode ser complicado de comprar um medicamento.

Reserva de hotel com antecedência é o quinto ponto a ser considerado importante. Hotel esgota muito rapidamente quando acontece um grande evento em determinadas cidades. Se possível, procure se hospedar em um hotel próximo a largada para que você possa acordar em um horário que te dê tempo de se arrumar e tomar café com calma para se dirigir a largada, e se acontecer algum contratempo antes da corrida, você não se atrase.

O sexto ponto é: não faça turismo antes da prova. Turismo antes da prova está diretamente relacionado ao cansaço e diminuição de rendimento na prova. Isso também vale para os excessos nas refeições, e quando estamos de férias saímos muito da rotina. Pra não ficar sem fazer nada antes da prova, o ideal de passeio a se fazer é pegar um daqueles ônibus de city tour, onde você fica boa parte do tempo sentado vendo os pontos turísticos de dentro do veículo e economiza energia para a prova.

A nona dica é conhecer o percurso da corrida antes de chegar lá. A maioria das grandes provas entrega junto do kit um manual do corredor que nele vai ter um mapa do percurso, e que normalmente também é disponibilizado no site da corrida. Além do percurso é importante conhecer os acessos a corrida, por onde você chega, por onde você vai embora, os pontos de encontro, os pontos de hidratação, os locais de guarda volume, quais ruas estarão fechadas, se dá pra ir de táxi ou de metrô e se a corrida disponibiliza um transporte.

Dica de número 10: leve dinheiro. Você pode precisar de pegar um táxi ou um metrô. Você pode tanto levar um dinheiro trocado com você, quanto deixar no guarda volumes.

A dica de número 11 é: vá ao banheiro antes da prova. Já aconteceu comigo de não querer ir ao banheiro químico antes da largada e sentir desconforto durante a prova, o que acabou comprometendo meu desempenho.

E por último é  treinar bastante para fazer uma boa prova sem sofrer, só se divertir! Ufa, terminou, esse post ficou grande! 

Comentários

  1. Dani, ótimas dicas, parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  2. E onde você vai correr lá fora, Dani?
    Conta aí!

    ResponderExcluir
  3. Quando que você viaja pra correr? Achei que já ia contar nesse post.
    Bjs,
    Camila.

    ResponderExcluir
  4. Boa Dani! Muitas dicas legais... E é um post sempre atual!!!
    Achei interessante porque ele tem algumas dicas que eu também sempre cito nas minhas falas sobre viagens para participar de corrida!!! Estamos na mesma vibe, ha ha ha...
    Um super beijo e boas corridas...
    Carolina

    ResponderExcluir

Postar um comentário