Corrida, o esporte individual mais coletivo que existe

No último sábado eu estive conversando sobre corrida de rua com um casal de primos que também correm, e que acabou rendendo esse post. Nós estávamos falando sobre como a corrida é um esporte coletivo. Que pessoas de ambos os sexos, de várias idades, de várias condições físicas e de classes sociais diferentes, hoje se misturam nas largadas que acontecem praticamente todos os domingos ao longo do ano.

Foto: GettyImage
Quem corre certamente tem ao menos um amigo corredor. Discutir sobre o melhor tênis, treinos, roupas adequadas, dieta de corredor, suplementos estão sempre em pauta. Mas não é só isso. No mundo da corrida, é possível encontrar amigos para a vida inteira. Eu posso dizer que fiz amizade na corrida que hoje considero como parte da minha família.

A corrida é uma ótima ferramenta de socialização (até eu que me considero uma pessoa tímida e não muito sociável), pois o praticante se conecta com outras pessoas enquanto faz algo bom para sua saúde física e mental. Você consegue conversar enquanto corre, por exemplo, e isso te aproxima mais e melhor de outros corredores. Tanto se exercitar quanto se socializar promovem bem estar, então, por que não fazer os dois ao mesmo tempo? Nenhum outro esporte permite uma troca de ideias ao mesmo tempo em que se realiza a prática.

A corrida de rua é capaz de fazer com que as pessoas se liguem umas as outras de forma instantânea. Em minha opinião, há algo ainda mais especial sobre a corrida, uma espécia de poder que ela tem de estreitar laços de amizade. 

Não importa seu passado, sua história no esporte. O grupo de corrida de rua é um terreno aberto e comum para todos e cria um sentimento de pertencimento nas pessoas, mesmo que elas não tenham mais nada em comum com as outras que estão ali.

Acredito que, hoje em dia, as pessoas têm tão pouco tempo e estão sempre tão atrasadas, que a corrida permite que elas se exercitem em um curto espaço de tempo. Afinal, não é preciso de muita coisa para correr, e pode fazer isso em qualquer lugar.

O que vocês pensam sobre esse assunto? Comentem! Bons treinos a todos e até o próximo post.

Comentários

  1. Concordo demais. Muitas amizades legais surgem da corrida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E qual é a graça de correr sozinho, né?

      Excluir
  2. Bom dia, Dani.
    Além de tudo isso que você falou, da beleza da coletividade da corrida de rua, tem também uma coisa muito bacana, que é você poder por exemplo participar de uma maratona, correndo a mesma prova que atletas de elite, atletas olímpicos, atletas recordistas mundiais. Mesmo não competindo com eles, estamos participando do mesmo evento.
    Parabéns pelo post e um abraço.
    Marcos.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom texto, Dani Corredora!
    A corrida de rua é um esporte coletivo, solidário e democrático!
    Abraço,
    Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por isso e por outros motivos que eu amo correr!

      Excluir
  4. Verdade Dani!
    Eu posso dizer que sou uma pessoa melhor e muito mais comunicativa depois que passei a correr. E, claro, conheci pessoas incríveis através dela, seja em uma prova, pelas mídias sociais ou pelo blog mesmo (como é o nosso caso, he he he he).
    Bons treinos.
    Um super beijo
    Carolina
    Blog Viajar correndo
    Facebook
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só falta agora desvirtualizar essas amizades feitas no blog, né?
      Bons treinos pra você também.
      Beijo.

      Excluir

Postar um comentário