Mitos sobre correr em jejum

Correr em jejum - sim ou não? Existem muitas opiniões e polêmicas em relação ao assunto. Para alguns, é comum praticar atividade física de estômago vazio, para outros, está fora de questão. No post de hoje, iremos ver os mitos sobre esse assunto e mostrar a verdade por trás. Só pra lembrar, eu não sou especialista em alimentação e nem em atividade física, mas fiz muita pesquisa sobre o assunto antes de escrever este post.

1. Exercícios físicos em jejum levam a perda de massa muscular

Já ouvi gente na academia comentando que treinar de estômago vazio pode levar a perda de massa muscular. Não é totalmente verdade que deixar de consumir carboidratos antes do treino pela manhã fará mal ao seu organismo. O corpo armazena glicose em forma de glicogênio nos músculos e no fígado. Durante a noite, o nível de insulina e glicogênio no fígado diminui. Mas o corpo ainda mantém glicogênio armazenado no músculo. Então quando você começar seu treino de corrida pela manhã, seu corpo inicialmente usará a energia do glicogênio armazenado nos músculos.

Mas com a continuidade do treino, o armazenamento de glicogênio - ou simplesmente, carboidratos - nos músculos vai se esgotar. Assim sendo, seu corpo é forçado a encontrar diferentes fontes de energia e cada vez mais buscar gorduras para serem usadas como combustível. Se então, você intensificar o treino, seu corpo, percebendo a falta de glicogênio e insuficiente reserva de gorduras, irá também obter energia que ele necessita quebrando proteínas, fazendo sim você correr risco de ter perda muscular. No entanto, muitos corredores já terão parado de correr nesse momento, pois a ausência de glicogênio vem normalmente acompanhada de tontura, fraqueza e fadiga.

2. Praticar exercícios físicos em jejum é o melhor método para perder peso

Praticar exercícios físicos de estômago vazio é comumente citado como a melhor maneira de perder peso e queimar gorduras. Assim como pode ser possível correr com estômago vazio, se feito da forma correta, pode eventualmente forçar seu corpo a obter a energia necessária dos ácidos graxos livres, mas esse não é o fator decisivo para a perda de peso.

O percentual de energia produzido pela queima da gordura é bem alta, mas o total do gasto de energia e consumo de calorias são relativamente baixos devido a baixa intensidade no treino. No caso de uma sessão de treino de corrida em alta intensidade, como um treino intervalado, de tiro, o percentual de energia produzido pela queima de gordura é significativamente baixo. No entanto, o gasto total de energia e consumo de calorias são muitas vezes maior. Ao final do dia, o que importa mesmo para a perda de peso é o equilíbrio. Se você queimar mais calorias do que consumir, você perde peso. Portanto, correr com estômago vazio é indicado para perda de peso se o treino for em alta intensidade.

3. Correr de estômago vazio aumenta a resistência

Atividade física de estômago vazio não é uma boa ideia para atletas amadores que querem melhorar a performance. A duração e a intensidade do treino podem se tornar severamente restritas devido a falta de glicogênio. Portanto, o estímulo necessário pode ser baixo. Para melhorar a performance, uma atividade de boa qualidade, longa duração e alta intensidade são as escolhas corretas.

Estudo científicos com atletas profissionais se mostraram que efeitos positivos podem ser alcançados com exercícios físicos específicos aliados ao esgotamento das reservas de glicogênio. O corpo aprende a fazer mais com o glicogênio armazenado nos músculos. No entanto, não existe evidência substancial mostrando que isso leve a melhoria de performance. Ao mesmo tempo, é importante notar que o treino regular com o prévio esvaziamento das reservas de glicogênio podem afetar negativamente a saúde

Mesmo que haja vários métodos efetivos de perda de peso ou melhora da resistência, correr com estômago vazio pode adicionar algumas variáveis ao seu treino. Este tipo de treino é particularmente recomendado as pessoas que praticam atividades nas primeiras horas da manhã. Então se você quer tentar correr de estômago vazio, veja algumas recomendações:
  • Dependendo do seu nível de condicionamento, a corrida não deve passar de 1 hora;
  • Escolha uma intensidade baixa (tipo uma corrida regenerativa ou que seja possível conversar enquanto corre);
  • Tome um copo d'água antes de correr.

Fonte: Runtastic

Comentários

  1. Comer logo que você acorda e antes de treinar promove maior sensação de saciedade ao longo do dia, ajuda no despertar, fornece energia para o treino e, ainda, diminui a propensão de comer em excesso nas outras refeições. Mas isso se você tiver um café da manhã equilibrado, é claro.

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani!!! Eu nem cogito a ideia de correr em jejum... Preciso de alguma coisa antes de sair, pois tenho muita fraqueza e tontura quando fico sem comer... Ainda mais se for para realizar atividades físicas!
    Parabéns pelo post!!!
    Um super beijo...
    Carolina

    ResponderExcluir

Postar um comentário